E-Sports

Análises dos especialistas – quarta semana de LBFF

A quarta semana de disputas foi intensa e a fase de grupos vai chegando nos momentos decisivos. Agora, é hora de conferir a palavra daqueles que entendem de Free Fire mais do que ninguém – chegou a hora das análises dos especialistas.

Babbler Free Fire

Estamos há apenas duas semanas da final da LBFF e restam apenas 6 rodadas para conhecermos os 12 times que disputarão o título.

No sábado (03), acordamos com a saída da Barret do jogo, que foi substituída na lojinha pela AWM-Y, e pegou todos de surpresa. A retirada da arma, muito usada no meta atual, impactou razoavelmente os times.

A Team Liquid fez um bom final de semana, chegando a ser a maior pontuadora do sábado e conquistou o esperado Booyah na segunda-feira. Porém ,não foi o bastante para que a Cavalaria conseguisse alcançar o Top 12.

souto liquid lbff
Team Liquid é um dos destaques da semana – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

O Fluxo foi um destaque positivo desse final de semana, conquistando 3 Booyahs e 51 abates. Apesar dos grandes feitos, o atual campeão da LBFF subiu apenas uma posição na tabela geral e agora ocupa a 7ª posição.

A B4 e sua regularidade permanecem sendo uma incógnita para todos. A equipe é a segunda com mais booyahs na competição, atrás apenas da SS, e foi a maior pontuadora da 12° rodada com incríveis 75 pontos em 1 dia. Além dos Bastardos, a Vivo Keyd, SS e-Sports e LOUD têm impressionado pela regularidade e estão sempre pegando bons abates e boas colocações para permanecerem na parte de cima da tabela. Além disso, temos o Corinthians que não sai da liderança desde o início do campeonato e o jogador Ousado é o destaque do time na briga pelo MVP. Ainda assim, não podemos deixar de dar o merecido destaque para a Team Codasolid. A equipe começou a quarta semana na 9ª colocação e agora se encontra em 4º – o time conseguiu fazer 115 pontos nesse final de semana.

Por outro lado, Team One, God Unidas e paiN Gaming são os destaques negativos e ocupam as três piores posições da competição. As equipes fizeram um fim de semana mediano, mas precisam ficar ligadas nas duas semanas restantes para se recuperar. Assim, para próxima semana esperamos um bom plano de recuperação dessas equipes para que, pelo menos, tenham uma chance de disputar a série de acesso.

Disputa pelo MVP

A disputa pelo MVP da LBFF 5 tem ficado cada vez mais interessante. No momento, MTS (SS) e Ousado (Corinthians) estão empatados na liderança com 70 eliminações cada. Em seguida, temos VitinXP (Team Codasolid) com 64 abates, fechando o top 3.

The Radioativo

Rodada 10

Entramos na 4° semana da competição da LBFF 5 e os jogadores notaram uma grande mudança no meta. A Barret havia sido temporariamente removida do jogo devido à um bug, o que acabou mudando um pouco as coisas na rodada. Nesse sentido, o jogo deveria ter mais movimentação e agressividade, mas não foi isso o que aconteceu. Os jogadores entendem que pontos por colocação valem mais do que impor agressividade no jogo e, assim, buscam farmar mais gelo para conseguirem avançar com mais cautela no mapa.

Uma observação importante: a Atiradeira, arma mais recente do jogo, foi bastante utilizada em alto nível pelos jogadores.

Como sabemos, a Team Liquid é uma equipe muito forte em Kalahari, mas a Nitroxx Top10 vem sendo sua “pedra no sapato” e as equipes sempre disputam a torre do Posto de Comando. Mas foi nesse mesmo local que a Cavalaria conseguiu o marco histórico de 1000 abates – Boss foi o autor do feito. Além disso, a Cavalaria teve seu melhor desempenho na temporada, conquistando três vezes o top 2 e quase conquistando o primeiro Booyah. Ainda assim, somaram 67 pontos ao longo do sábado.

Aconteceram algumas disputas de call entre Vivo KEYD e INTZ em Bimasaki. A essa altura do campeonato, algumas equipes querem dominar completamente uma call específica para a grande final. Além disso, o Fluxo chegou com uma postura totalmente diferente da última semana e, corrigindo os erros, a equipe soma mais dois Booyahs.

Rodada 11

Entre os grupos A e C rolou muita trocação, inclusive para a FURIA que, pelas mãos de BIELGOD, também conquistou o milésimo abate. Ainda assim, a equipe foi a melhor da rodada, com 67 pontos e 34 abates.

FURIA-LBFF-5

FURIA chega ao milésimo abate na história da LBFF e volta pra briga – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Quando os grupos A e C se enfrentam, há sempre uma “baguncinha” na call de Brasília. Nesse sentido, Meta e Miners tentaram disputar a call e foram as equipes que menos pontuaram na rodada, com 41 e 34 pontos, respectivamente.

Por outro lado, o Fluxo mais uma vez aparece no top 3 de equipes com mais abates do dia e mantém boa consistência. Se compararmos com a última semana, o Fluxo estava irreconhecivelmente melhor. Por fim, a B4 respira aliviada e dá adeus a parte inferior da tabela.

Rodada 12

Os grupos B e C se enfrentaram para fechar a semana 4 da LBFF. Durante as 2 quedas em Kalahari, a equipe do Corinthians marcou a Team Liquid na disputa pela call do Posto de Comando. A Cavalaria já esperava por isso e conseguiu escapar, mudando sua call de última hora. Acredito ter sido uma sábia decisão da Team Liquid, uma vez que eles estão amargando as últimas colocações do campeonato e disputar calls é arriscado. Assim, optaram por uma call mais tranquila que permitiu desenvolver melhor o jogo e somar bons pontos.

A B4 foi o principal destaque da rodada, com 75 pontos. Se aproveitando da ausência do Santos na rodada e sem precisar disputar calls, a equipe se favoreceu pelas safes centrais, coincidindo com suas calls.

Por fim, outro momento importante foi o primeiro Booyah da Cavalaria. A conquista impacta diretamente a equipe dentro do jogo, que deve chegar mais agressiva, da forma como o torcedor está acostumado, nas próximas rodadas.

FRIFAS News

Chegamos ao fim de uma semana de LBFF onde tivemos mais uma surpresa no meta do jogo. Logo na sexta-feira, fomos surpreendidos pela remoção da M82B (Barret) devido a um bug na arma. Era indício de que teríamos um fim de semana atípico para as equipes, uma vez que a arma está presente no meta pela sua capacidade de atravessar paredes de gelo com facilidade.

Tivemos marcas significativas sendo alcançadas: Team Liquid e FURIA de juntaram a LOUD no seleto grupo de equipes que alcançaram 1.000 abates na história da LBFF. Ainda assim, a Cavalaria fez algumas mudanças nas últimas rodadas e, embora não tenha mudado seu estilo de jogo, mudou suas rotações. Mudanças que fizeram a equipe conquistar seu primeiro Booyah nesse split, consagrando o seu melhor desempenho em uma semana nessa LBFF e se afastando da zona de rebaixamento (15º).

Quando o assunto é liderança, ninguém para o Corinthians. O alvinegro se mantém na liderança desde de a segunda semana e finalizou a semana com 33 pontos de vantagem sobre a SS e-Sports, segunda colocada. Embora não tenha conseguido impor um desempenho tão extraordinário quanto nos outros fins de semana, o Corinthians mostra que é uma equipe muito forte, conseguindo 106 pontos em uma semana abaixo da média da equipe.

O top 3 da tabela segue igual ao da semana anterior, com a SS e-Sports na segunda colocação e se mantendo como a equipe com mais Booyahs (08) na competição, sendo seguida de perto pela LOUD, que voltou a demonstrar todo o seu favoritismo.

As equipes que mais se destacaram na semana foram a Team Coda Solid e B4. Com três Booyahs na semana, a Team Coda Solid mostra toda a força da equipe e sobe para a 5ª colocação. Já a B4 garantiu 2 Booyahs e ganhou incríveis 6 posições, saindo de 12º lugar para ocupar a 6ª colocação na tabela.

Team Codasolid-LBFF-5

Team Coda Solid é a surpresa do campeonato até aqui – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Por outro lado, dentre os destaques negativos, temos a Netshoes Miners e a PaiN. Netshoes Miners iniciou a semana em 7º lugar e terminou em 12ª e precisa ligar o sinal de alerta, pois faltam apenas seis rodadas para o fim da fase de grupos. Já a paiN, que esboçou uma melhora na semana anterior, acaba não repetindo o desempenho e agora aparece na 16ª posição, apenas uma acima da zona de rabaixamento ocupada pela GOD Unidas e pela Team oNe.

Por fim, Ousado aparece como líder da disputa pelo prêmio de MVP ao lado de MTS007, que vinha liderando até então. Além disso, VitinXP entra no top 5 com o bom desempenho da TCS, seguido de BuToN007 e Memgod.

Ainda está tudo aberto e não podemos dizer quem cai ou quem irá liderar a fase de grupos. Estamos ansiosos pra mais uma final de LBFF, quem será que leva essa edição pra casa?

Free Fire Mais

A quarta semana aconteceu e o Corinthians se mantém na liderança. O Timão consegue ser o único “ponto fora da curva” nesta que é um das LBFFs mais disputadas de todos os tempo.

Destaques positivos: Corinthians, SS e-Sports e B4

Como mencionamos, o Corinthians está um passo à frente das demais equipes na fase de grupos da LBFF 5. Apesar de ocasionalmente perder a liderança, é em momentos que tem quedas a menos e prontamente a recupera. No entanto, o Timão precisa tomar cuidado para não expor todo seu jogo e não ter ‘cartas na manga’ para a grande final.

A SS e-Sports vem se mostrando uma das principais equipes quando se trata de revelar talentos. Apesar de perder muitos jogadores e passar por reformulações em todas as edições, está sempre brigando pelo topo da tabela e vem mostrando uma grande capacidade de conquistar o bicampeonato na LBFF 5.

B4-LBFF-5

B4 aparece entre as favoritas – Fotos: Bruno Alvares & Jéssica Liar

Já a B4 vem agindo com inteligência e se recuperando na tabela. Após protagonizar uma quente disputa pela call de refinaria contra o Santos/Real, resolveu abandonar a região e o resultado foi sentido imediatamente no jogo e na tabela.

Destaques negativos: GOD Unidas e Team oNe

As equipes vêm ocupando as últimas colocações da tabela desde as primeiras semanas e, mais recentemente, têm visto um certo distanciamento dos times imediatamente acima. Com isso, caso não mudem de postura, acabarão automaticamente rebaixadas para a Série B.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo