no

Gaming House, relevâncias e adversidades.

Gaming House

A Gaming House é de grande importância dentro dos eSports. Por isso, alguns elementos sobre o tema merecem ser explicados.

O que é Gaming House?

Primeiramente, o termo é referente à centros de treinamentos de jogadores. Assim, criadas por profissionais sul-coreanos que decidiram se mudar de suas casas e se dedicar por tempo integral ao treinamento de games.

Sobretudo, a chegada do Gaming House no Brasil foi em 2013 pela paiN Gaming. Bem como, hoje é regra em jogos como League of Legends. Todavia, não é regra em outras modalidades que não têm competições centralizadas, exemplo, DOTA 2.

Quais as vantagens e desvantagens dos Centros de Treinamento?

Sobretudo, há muitos proveitos na função desses Centros. Por exemplo, dar o apoio à preparação profissional do jogador, melhora no desempenho dos gamers, melhor articulação da equipe.

Contudo, tem o lado pode ser ruim ao jogador. Dessa forma, sair de casa e conviver em um local voltado ao trabalho, longe da família e hábitos diferentes podem afetar o emocional dos gamers. Bem como, a cobrança que pode ter peso grande.

As principais “Houses” brasileiras

À primeira vista, há cerca de 10 Centros de Treinamentos no Brasil, maioria delas em São Paulo.

Conheça alguns times que tem suas próprias casas:

LOUD

Vivo Keyd

Corinthians

INTZ

PaiN Gaming

Red Canids

São algumas das casas onde ficam os atletas de jogos eletrônicos. Alguns dos reconhecidos no país são:

HENRYKINHO – Jogador de PES, Cláudio “Henrykinho” Mesquita, foi contratado pelo Cruzeiro e jogou na mundial de PES 2019.

DUSTER (DOTA 2) – Heitor “Duster” Pereira, jogador de DOTA 2 e até 2016 e em 2017 foi encontrado pela paiN em 2017.

RASE (HEARTHSTONE) – Lucas “Rase” Guerra, foi um dos principais de HearthStone no país em 2018. Jogador da Red Caninds, levou o Brasil para o topo do cenário competitivo.

DYNQUEDO (LOL) – Matheus “Dynquedo” Rossini, jogador de League of Legends (CBLoL), ganhou dois troféis, Melhor Jogador e Melhor Meio do Prêmio CBLoL 2018.

Escrito por Odilon Queiroz

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

it-takes-two:-narrativa-e-gameplay-em-um-jogo-sobre-o-divorcio

It Takes Two: narrativa e gameplay em um jogo sobre o divórcio

lol:-lcs-revela-equipes-totalmente-profissionais-para-a-primavera-de-2021

LoL: LCS revela equipes totalmente profissionais para a primavera de 2021