E-Sports

A visibilidade feminina no meio dos eSports.

A questão da visibilidade feminina dentro dos jogos eletrônicos ainda é bastante pleiteada. Contudo, há algumas curiosidades que merecem ser aludidas.


Mulheres notáveis na história dos games

Primeiramente, torna-se bastante presente a ênfase da participação masculina nos feitos do meio gamer. Mas, existe grande colaboração feminina, que para muitos não passa de fatos desconhecidos. Por isso, conheça agora algumas das mulheres que fizeram história no cosmo dos jogos eletrônicos:

Carol Shaw

O início de desenvolvimento dos games começou por volta da década de 50, dentro das universidades, duas décadas após surgiu a programação dos jogos.

No entanto, no meio da programação gamer só surgiu a primeira participação feminina oito anos mais tarde, em 1978. A californiana Carol Shaw é a primeira mulher da história a trabalhar com desenvolvimento de games, e foi a única dentro da equipe. Shaw é criadora de um dos jogos mais famosos da história: o River Raid, jogo do console Atari 2600, foi lançado em 82 e vendeu mais de um milhão de cópia no período de lançamento.

Além disso, embora tivesse que lidar com alguns comentários maldosos, por ser mulher, Shaw jamais deixou de protagonizar, fazer seu legado no mundo gamer e representar as mulheres.

Dona Bailey

Outra intérprete da visibilidade feminina no meio gamer é Dona Bailey. Ela é programadora de videogames, entrou para a Atari na década de 80, e em conjunto com Ed Logg lançou o Centipede. Nesse sentido, o jogo entrou para o ranking entre um dos quatro jogos arcades de maior bilheteria do período nos EUA, também vendeu mais de um milhão e quatrocentos mil cartuchos entre seu ano de lançamento e o posterior.

Dona se afastou do mundo dos games após o sucesso de Centipede, na época afirmou seu afastamento devido às críticas e pressões masculinas.

Em suma, não só Centipede entrou para a historia, mas também Dona Bailey como a primeira mulher a projetar um jogo de fliperama.

Yoko Shimomura

Street Fighter é um clássico dos jogos eletrônicos de lutas, mas, por trás de um dos clássicos da série há uma grande contribuinte, Yoko Shimomura, uma das maiores compositoras de trilhas sonoras de videogames.

Shimomura compôs músicas para diversos jogos, bem como Kingdom Hearts,  Mario & Luigi: Superstar Saga, Front Mission e Legend of Mana.

Porém, Yoko teve oportunidade de ornar ainda mais seu trabalho ao criar a trilha sonora de Street Fighter II, que é uma das músicas de games que ultrapassa gerações e garante seu lugar no podium da história dos games.

Mulheres na atualidade dos jogos eletrônicos

A princípio, ainda há assédio, preconceito e o desmerecimento feminino dentro dos jogos eletrônicos, que são estereotipado como hobby masculino, muitas mulheres têm que esconder seu gênero para não sofrer importunações nos jogos online.

Porém, não há impasses que impeçam as mulheres de marcar sua notoriedade com a visibilidade feminina. As mulheres representam mais de 61% dos jogadores de jogos onlines e 23% dos jogadores hardcore gamer, segundo a Pesquisa Game Brasil (PGB).

Contudo, embora sejam a maioria entre os jogadores, percebe-se que a inclusão das mulheres em campeonatos de eSports tem uma dessemelhança em números muito grande.

Streamers Brasileiras

Hoje em dia há diversos canais para fazer streamings de jogos eletrônicos, todavia, o Brasil tem várias figuras femininas que se dedicam à esse trabalho. Entre elas são:

Bárbara – Babi

Babi é uma streamer da LOUD e a de maior sucesso no Brasil.

Dentre os jogos que transmite em suas lives, estão inclusos GTA RP e Free Fire


Bianca Lula

Bianca faz streamer de League of Legends, e já foi streamer da paiN Gaming.

Atualmente, é streamer da LOUD, apresentadora e influenciadora digital.


Paula Nobre

Paula é streamer da Furia e faz lives de Valorant.

Atualmente dedica por volta de 12h de seu dia às suas lives.


Por fim, vê-se que a jornada feminina no âmbito games é longa e fatigante. Contudo, há muitas heroínas por trás dessa historias.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Botão Voltar ao topo