Variedades

Do CS ao poker online, quem são os brasileiros que já ultrapassaram a marca de R$ 1 milhão com prêmios de esports

A cena esports ficou tão bacana que já é possível buscar alguns milionários por causa dos prêmios com videogames digitais – isso sem contemplar diferentes fontes de receita neste universo, comparáveis ​​a patrocínios, salários em grupos, receita de streaming e vendas brutas de mercadorias.

No Brasil, há dezenas de exemplos de gamers que já ultrapassaram a marca de R$ 1 milhão, em linha com o Ganhos de eSports, um site especializado em prêmios de eventos oficiais para videogames comparáveis ​​a CS:GO, Rainbow Six, Dota 2 e outros. Experimente abaixo de alguns brasileiros que ostentam o modelo milionário em várias das modalidades de esports predominantes.

Ofensiva Internacional de Counter Strike

FalleN é o brasileiro mais bem pago no universo dos esports. Imagem: Divulgação

De todas as modalidades de esports, o esporte que quase distribuiu prêmios milionários aos adversários brasileiros é o CS:GO. 13 gamers do país já ultrapassaram a marca de R$ 1 milhão em torneios oficiais de FPS. Dois deles estão entre os muitos 10 mais bem pagos do planeta: Gabriel Toledo, o “FalleN”, que já embolsou cerca de R$ 5,4 milhões em concursos, e Epitácio de Melo, o “TACO”cujo prêmio em dinheiro supera R$ 5,1 milhões.

Outros nomes importantes do cenário nacional de CS:GO também fazem parte da lista de jogadores com sete dígitos em prêmios, comparáveis ​​a Fernando “fer” Alvarenga (R$ 5 milhões), Marcelo “coldzera” David (R$ 4,9 milhões) e Lincoln “fnx” Lau (R$ 2 milhões).

Rainbow Six: Cerco

Gustavo Rigal é sem dúvidas um dos destaques do Brasil no R6. Imagem: Ubisoft

Outro esporte FPS que já fez alguns milionários no Brasil é Rainbow Six: Cerco. O esporte agressivo da Ubisoft já consagrou 8 brasileiros com prêmios acima de R$ 1 milhão, sendo a segunda modalidade mais “beneficiada” com adversários nacionais, atrás apenas do CS:GO.

Quem recebeu essencialmente mais prêmios com Rainbow Six foi Gustavo Rigal, o “Psicopata”, com R$ 1,79 milhão em conquistas. Dentro de toda a premiação, ele está pouco acima de seus companheiros Ninjas de Pijama: Júlio Giacomelli, João “Kamikaze” Gomes, Gabriel “pino” Fernandes e Murilo Muzi. Eles receberam o Six Invitational 2021 em Paris, levando o prêmio total de US$ 1 milhão.

dota 2

LelisLelis já ultrapassou a marca de R$ 1 milhão com prêmios DOTA. Imagem: Divulgação

Dota 2 é o esporte que distribuiu essencialmente mais prêmios em esports de todos os tempos, e tem um brasileiro devidamente premiado no checklist. O maior deles é Rodrigo “Lelis” Santos, campeão de torneios comparáveis ​​ao Dota Professional Circuit (DPC) e ESL One com Quincy Crew em 2021. Ao todo, o participante já faturou pouco mais de R$ 1,3 milhão em conquistas de MOBA. .

Outro participante a ultrapassar a marca de um milhão de dólares em Dota é Otávio “Tavo” Gabriel, com rodada de R$ 1,1 milhão, reunidos em meia década de disputas em grupos como paiN Gaming, CNB, Chaos Esports Membership, Keyd Star e SG Esports .

pôquer

Imagem do jogador de poker Yuri DzivilevskiYuri Dzivilevski vem se destacando no poker online nacional há uma década. Imagem: Divulgação

Embora ainda haja muito diálogo sobre a inclusão do poker no mundo dos e-sports, os muitos aspectos positivos fornecidos pelas plataformas digitais do esporte mais importante do mundo também ajudam a entender por que cada vez mais as pessoas procuram agarre não apenas como jogar pôquermas, além disso, as principais idéias matemáticas e estratégicas que podem ser necessárias para atingir a eficiência excessiva.

São inúmeros os exemplos de brasileiros que já ultrapassaram, de longe, a marca de R$ 1 milhão. Alguns chegaram a prejudicar os R$ 10 milhões, comparáveis ​​a Yuri Dzivielevski (R$ 62 milhões), Pedro Padilha (R$ 48 milhões), Pedro Vinícius Garagnani (R$ 43,4 milhões) e Bruno Botteon (R$ 37,5 milhões) .

Magia: O Encontro

Copa do Mundo MTG PVDDRPVDDR lidera a classificação dos prêmios mundiais de Magic. Imagem: Divulgação

De jogar cartas a RPG colecionável mais popular do planeta, Magic: The Gathering Area vem crescendo a premiação em seus torneios a cada ano, e um brasileiro é um dos muitos destaques da modalidade há algum tempo. Estamos falando de Paulo Damo da Rosa, o “PVDDR”.

Ele alcançou a marca de um milhão de dólares ao ser campeão mundial em 2020, dentro da vigésima sexta versão do MAGIC World Championship. PVDDR levou o prêmio de $ 300.000, que é de longe a vitória mais importante de sua profissão de Magic. No cenário de esports nacional, ele é o mais bem pago de todos os tempos em uma categoria sem CS:GO, além de ser o chefe mundial em prêmios Magic, com R$ 1,88 milhão.

Futebol de evolução profissional

Imagem do player EPS GuiferaGuiFera é o brasileiro com mais prêmios na história do PES. Imagem: Divulgação

Campeão mundial de PES em 2017, Guilherme Fonseca, o “GuiFera”, é o único jogador do futebol brasileiro a interromper a marca de R$ 1 milhão. O competidor ostenta um prêmio total de R$ 1,13 milhão devido às Finais Mundiais 5 anos atrás, onde faturou US$ 200 mil.

Assim como PVDDR, ele lidera o checklist mundial do PES, superando em muito o italiano Ettore Giannuzzi e o peruano Luis Salazar – cada um deles somando juntos pouco mais de R$ 900 mil em prêmios dentro do esporte Konami.

24 horas de Esports em apenas 10 minutos. Assine o Recall, a Publicação Mais Esports a cada dia!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo